Sinergia com ciência cidadã vai ampliar base de dados da biodiversidade brasileira

9 de maio de 2017, Nenhum comentário

O Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) quer formar uma Rede de Ciência Cidadã com projetos de pesquisa desenvolvidos em parceria com a sociedade. Um workshop realizado em Brasília reuniu, pela primeira vez, representantes de projetos de ciência cidadã em biodiversidade cujos dados farão parte do SiBBr.

“Estamos criando uma comunidade de boas práticas de ciência cidadã em biodiversidade no Brasil. A ideia é que essa rede se fortaleça, que atraia mais projetos, para começar a vislumbrar a oportunidade de sinergia. Queremos, com essa experiência, trazer a sociedade para entender a ciência e participar da ciência que eles conseguem fazer sem ter uma formação acadêmica profissional”, afirmou a diretora do SiBBr, Andrea Portela.

Com 10,5 milhões de registros de espécies da flora e da fauna brasileiras, a plataforma é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para reunir a maior quantidade de dados e informações existentes sobre a biodiversidade brasileira com o objetivo de apoiar a produção científica, a formulação de políticas públicas e a tomada de decisões sobre conservação ambiental e uso sustentável dos recursos naturais.

Um dos projetos apresentados no workshop é do Instituto Mar Adentro para o monitoramento de animais aquáticos. A iniciativa “Onde estão as baleias e os golfinhos?” conta com a participação dos cidadãos para a observação desses animais, que possuem um ciclo biológico longo e estão em constante movimento em extensas áreas. Entre outubro de 2013 e janeiro de 2017, foram feitos 198 mil registros de baleias e golfinhos por cidadãos no Rio de Janeiro.

Fonte: http://www.tnsustentavel.com.br/noticia/14060/sinergia-com-ciencia-cidada-vai-ampliar-base-de-dados-da-biodiversidade-brasileira

Compartilhe essa notícia: